A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

terça-feira, 12 de agosto de 2014

POEMA DEUS, MINHA POESIA


 
DEUSES, MINHA POESIA

Canto da cotovia
Na imagem do bucolismo!
Deuses, minha poesia!
Do mundo simbolismo
 Aves a construir uma sinfonia,
Seus cantos, seu lirismo!
Que era poeta não sabia,
Apenas vivia o sincronismo,
Porém a mente era sadia!
No seio do naturalismo,
Sem saber, imaginava poesia
 A meditação era de realismo
O há em tudo, sem ironia,
Fazer da tristeza, idealismo,
Poesia, diria filosofia,
No meu caso, proselitismo!
Clarividência, apostasia
Aves planavam, suprimindo o lirismo
Deuses, a minha poesia!

Daniel Costa

14 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema com muito lirismo e essa deusa maravilhosa que a Severa Cabral.
bjs amigo Daniel.
Carmen Lúcia.

✿ chica disse...

Muito lindo poema e a Severa preparada para o frio,rs LINDA!@! abração aos dois,saudades! chica

Graça Pires disse...

Lírico e bucólico...
Um beijo.

Marta Vinhais disse...

Poema cheio de encanto...
Beijos e abraços
Marta

Dmitris Papavanuzas disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Bell disse...

Lindo =)

Marilene Domingues disse...

Boa tarde querido amigo Daniel,
Que linda esta a sua musa.
O seu poetar então, mexe com nossas emoções. Parabéns!
Abraços com muito carinho para o poeta amigo e para a querida amiga Severa.
Marilene

Ivone disse...

Que bom poder ter uma musa inspiradora, amei ler amigo Daniel, a Severa Cabral sempre bem e amo ver isso!
Abraços!

Nanda Olliveh disse...

Belo poema amigo Daniel...
Um canto! Um louvor!
E para iluminar sua página, o belo sorriso da nossa amiga Severa!

Beijos em seu coração!
Obrigada pela visita!


Anne Lieri disse...

Que belo poema,Daniel! E a Severa sempre linda! bjs,

Vanuza Pantaleão disse...

Todos os dias um novo poema, e todos belos, agora com outro layout (de onde será?) e, evidentemente com o sorriso claro da musa Severa Cabral. Pena que não posso visitá-lo todos os dias, amigo querido. Estou remexendo os meus neurônios para fazer mais uns rabiscos lá nos meus cantinhos.
Beijão nesse lindo coração, Daniel!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

A sua poesia é linda. Adorei.
Beijos,
Renata

Bandys disse...

Ola Daniel,
Uma bela poesia cheia de encantos.
A Severa continua linda!

beijos, paz e luz

São disse...

Imaginamos sempre poesia sem saber, meu amigo...

Beijinhos