A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

POEMA SETE - MAIS SETE

Amarelo para um look bem alegre

SETE – MAIS - SETE

Sete - mais - sete
Reencarnado a primeira vez
Dezassete após, como ariete
Remoçado, o freguês
Chega a década de manchete
Década de enorme lucidez
Sete – mais - sete
Década de realizações e languidez
Número sete pressagia brilharete
Repetido, representa solidez
Imaginária comemoração com beberete
Programada e atempada sensatez
Sete – mais - sete
Finita a excelsa timidez
Fogosidade de ginete
Brilho de embriaguez
Altivez e tranquilidade de lembrete
Cultura de honradez
Sete – mais – sete

Daniel Costa

5 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Um poema bem diferente Daniel!
Feliz aniversário e que Deus o abençoe hoje e sempre.
Bjs-Carmen Lúcia.

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo a sua inspiração é sempre brilhante.
Muitos PARABÉNS, que a vida lhe sorria sempre e lhe o que mais desejar.
Beijinhos
Maria

silvia de angelis disse...

E' sempre un gran piacere leggere i tuoi bei versi
Un saluto,silvia

http://pensandoempoesia.blogspot.com.br disse...

OLá Daniel, cheguei atrasadinha mas cheguei para desejar tudo de melhor, Paz, saúde e Bem Estar sempre!Que Deus abençoe sua vida sempre!
Gostei do seu poema numerário, realmente bem diferente!

FELIZ IDADE AMIGO!
Abração!
Diná

Mariazita disse...

Querido amigo Daniel
A tua criatividade não tem limites e está cada vez mais apurada!
Gostei muito deste poema, num estilo talvez um pouco diferente,mas sempre bonito.
Continuas em grande! Parabéns.

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

PS - Continuo torcendo para que nos encontremos no dia 17/11.