A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

domingo, 24 de dezembro de 2017

POEMA ARCO DOS AMORES

Foto de Daniel Cordeiro Costa.
Foto de Daniel Cordeiro Costa. 

ARCO DOS AMORES

Arco dos amores
Flecha de índios
Jardim das suas flores
Tais coríntios,
Os gentios juniores
Seus amores, seus brios
Arco dos amores
Seu altar, seus pares
Índios sedutores
Amores de primórdio
Ancestrais saberes
Amores sadios
Arco dos amores
Aguas e areias;  idílios
Sob o arco invocam-se poderes
Deuses… Pódios!...
Anjos saberes
De novos seres… Prelúdio
Arco dos amores

Daniel Costa

6 comentários:

silvia de angelis disse...

Versi intensi e originali, molto apprezzati
Tantissimi auguri di buon Natale,silvia

o mar e a brisa do prazer de aprender disse...

Laços que são unidos ... pelo amor. Feliz Natal!!

RECOMENZAR disse...

Poeta que el nuevo año te traiga todo lo que pides y la vida te complazca a raudales

Gil António disse...

Boa tarde. Independentemente da publicação que li com toda a atenção, passando para desejar um ANO NOVO de 2018, muito feliz, extensivo a família e amigos..
.
hoje: * Embriaga-me nas tuas Emoções *
.
Continuação de boa festas.
.

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Boas Festas para o meu amigo e um excelente 2018.
Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Jaime Portela disse...

O poema é magnífico, parabéns.
Caro Daniel, o meu desejo de um BOM ANO NOVO, extensivo à família e amigos.
Abraço.