A MINHA POESIA - A MINHA VIDA

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

POEMA DE EMOÇÃO EM EMOÇÃO

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

DE EMOÇÃO EM EMOÇÃO

De emoção em emoção
Vida de cânticos ao deus autor
Sempre a esperança e a comoção
A fé no Deus dito Senhor
De me emocionar continuei com condão
Dezassete anos, aos deuses louvor
Dezassete anos, da segunda encarnação
Da primeira ficou ardor
De emoção em emoção
Ao médico decreto, sobrevivi sedutor!...
Da emoção da primeira ficou… Coloração
Já depois de dezassete, houve algo erector
Da sequela AVC, salutar verificação
De trinta dias no limbo, com mão de operador
Remexendo o cerebelo, vector da locomoção
Mais arritmia… Oh Doutor!...
De emoção em emoção…
Ultrapassei a irmã morte sem temor
Para ela sorri, sem lhe manifestar atenção
Tal como um adestrado actor
De emoção em emoção…

Daniel Costa

Foto de Daniel Cordeiro Costa.

O último parágrafo de um relatório médico do ano 2000,  que a mim diz respeito
D. C. 




7 comentários:

Neno disse...

Graças à Deus podes estar aqui a poemas lindos escrever.Superaste bem! Valeu e agradecer sempre é preciso! abração,chica

Rosemildo Sales Furtado disse...

A fé em DEUS é sempre o melhor remédio. Lembrei-me de uma baboseira que escrevi, e diz o seguinte: “Estar com DEUS no coração é ter a certeza de estar de mãos dadas com a felicidade.”

Se estás com vida, premiando-nos com belos poemas, foi porque fizeste por merecer.

Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Daniel,que bom vê-lo bem e graças a Deus conseguiu sair desse diagnóstico feito pelo médico.
Agrademos por sempre nos premiar com belos poemas.
Bjs-Carmen Lúcia.

Tais Luso disse...

Há tempos li algo do gênero escrito por você o qual gostei muito, Daniel. Porém esse poema emociona, tudo certinho como vocês, poetas, sabem transcrever.
Beijo, amigo, bom lhe ver assim, com belos versos.

TL

Maria Rodrigues disse...

Belíssimo poema que retrata como é possível superar muitas vezes o que parece ser impossível.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Jaime Portela disse...

Felizmente o médico estava enganado...
Parabéns pelo poema, é magnífico.
Continuação de boa semana, caro Daniel.
Abraço.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Boa tarde,querido Daniel, seu poema nos mostra o quanto lutou pela sua vida, e os médicos, felizmente estavam errados e você está , aqui firme com sua escrita maravilhosa.
Linda a sua foto. Grande abraço!